terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Cidade Não Tem Água - Poluição de Rios

Cidade do Estado do Paraná


A principal razão da cidade, com 60 mil habitantes, não ter mais água para abastecer a população, é a poluição dos rios. As indústrias locais despejam dejetos diversos nas águas. Segue reportagem:

cidade sem água rolandia
"Em uso da tribuna na câmara de vereadores de Rolândia, Luiz Alberto da Silva (Tuti), gerente da Sanepar unidade Arapongas, responsável pelo abastecimento de água em Rolândia foi claro quando na sessão da última segunda (02) declarou que o município não tem mais rios para a bastecer a cidade. Segundo ele na procura por resolver de forma paliativa o problema de falta de água em uma determinada região foram perfurados quatro poços artesianos no valor de 100 mil reais cada, porém todos deram produtividade menor de cinco mil litros por hora. “Inviável, pois isso não abastece sequer um bairro de Rolândia”, lamenta."

"A reportagem do jornal MANCHETE DO POVO procurou o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), responsável pela fiscalização das empresas e propriedades rurais. A informação é que o Bandeirantes é considerado um rio classe 3 reservado para descarga de efluentes das empresas e não para abastecimento público. Quem define isso é o Instituto das Águas e segundo o IAP os parâmetros das empresas que descartam os afluentes no Bandeirantes estão dentro das exigências do instituto. Quanto aos despejos de afluentes nos rios por parte das propriedades rurais o IAP informa que não tem condições de fiscalizar todos os municípios do Paraná e garante que qualquer cidadão pode ajudar fazendo uma denúncia que será devidamente averiguada."


IAP


"Anderson Buss Cardoso, Gerente Ambiental do grupo Big Frango informou por nota que o Frigorífico da empresa realiza o lançamento do efluente devidamente tratado no Ribeirão Bandeirantes seguindo rigorosamente os padrões estabelecidos pela Legislação Estadual e constantemente monitorado pelo IAP. Segundo ele referente à captação de água subterrânea, o frigorífico possui as outorgas expedidas pelo Instituto das Águas do Paraná, o qual tem o conhecimento técnico necessário para liberação da vazão para o funcionamento da indústria e que não comprometa o aquífero."

"Ambientalista faz alerta

Daniel Steidle, educador ambiental alerta que a população está sem opções para consumo de água, pois acima dos 600m não dá para pegar do Aqüífero Guarani, o maior manancial de água doce subterrânea transfronteiriço do mundo que passa sob nossa região. Ele ressalta que o Bandeirantes está poluído, o Tibagi terá sete hidrelétricas e o Parapanema é muito longe, além da eminente falta de saneamento básico e tratamento adequado da água que piora mais a situação. “Mas o pior, é que a população está desligada do problema”, lamenta."




Meu comentário (=_=)


Mal Sinal... 


Polue-se os rios e vende-se água de mananciais privados. Devastação do que é público para promover o que está privado. Grande roubo.

A água do planeta é um recurso básico para a vida e é de todos.
poluição dos rios
No caso acima, uma das indústrias (identificadas na reportagem) responsável pela poluição da água é o grupo Big Frango.

Produção de carne é o mesmo que devastação.

Devastação para os animais, devastação na saúde de quem consome, devastação da água potável, devastação das florestas remanescentes. Devastação do clima do planeta - Mudança Climática devido a emissão de gases de efeito estufa (queimadas de floresta para pasto, emissão de metano do numeroso rebanho dos animais confinados).

Criando problemas (catástrofes) e vendendo soluções.


Essa é a nova moda dos negócios muito lucrativos nas últimas décadas - coisas do capitalismo.




Nenhum comentário:

Postar um comentário