domingo, 2 de fevereiro de 2014

R$1.200 para Dormir de Conchinha

"Fundadora do “Cuddle U” em Nova York, nos EUA, Ali C tornou o ato de “dormir de conchinha” um verdadeiro negócio, e se considera a primeira profissional da região na arte de deitar ao lado de seus clientes e confortá-los com carinho e uma boa conversa.

Em entrevista ao jornal “New York Daily News”, a americana contou que começou seu negócio no fim de 2013, e que pouco depois seu escritório começou a ficar cheio de clientes interessadas apenas em serem abraçadas por outra pessoa."

dormir de conhinha

g1.com



Meu comentário:

Coisas do Capitalismo


Em pleno século XXI e com 7 bilhões de seres humanos no mundo, nunca se reclamou tanto de solidão e falta de carinho, falta de calor humano. Isso é muito triste.

Calor humano também pode ser tratado como propriedade privada, ser comprado, vendido, alugado.





2 comentários:

  1. Nossa, que notícia bizarra. Uma mistura de carência com capitalismo... Preocupante existirem pessoas que procurem esses serviços.

    ResponderExcluir
  2. Muita coisas chatas ocorrem. Uma delas está nessa notícia.

    Ficam promovendo essas cretinices na mídia. Mal exemplo.

    A mídia de massa não dá retorno para boas ações.

    ResponderExcluir